To comment, please login on top of the page.
If you are not registered, Sign up Free!

Other artworks of Jaime Lebre

Details

Category :  Portrait

Personal theme: Retrato

Submitted: 11 days 7 hours ago

Date: Sep 9, 2018, 2:42:13 AM

File_size: 342.6 KB

Image_size: 826 KB

Resolution: 826x1024

Statistics

Comments: 8  ●   Replies: 7
Favorites: 0
Unique Views: 343

Photo description:

Retrato tirado em casa do retratado.

Waldemar Alvarinhas wrote at Sep 9, 2018, 4:42:35 PM

Excelente registo!!! muito bem a escala de cinzas!!! Abraço.

Jaime Lebre replied:

Muito obrigado, Waldemar, pela visita e comentário. Votos de um bom resto de fim-de-semana.

 

Lucyan Azevedo wrote at Sep 9, 2018, 7:00:24 PM

Registro bem instigante. A primeira vista, o corte nos membros me causou estranheza, mas fez-me pensar no que o homem estaria contemplando...
Quem sabe, sem o corte a foto não estaria mais expressiva...
Os blocos de vidros formaram um bom grafismo e o desfoque ficou ótimo.

Jaime Lebre replied:

Muito obrigado, Lucyan, pela visita e comentário, e entendo e aceito o reparo sobre o corte. Esta fotografia tem por propósito retratar não os traços físicos mas os psicológicos deste meu amigo, pessoa de elevada intelectualidade. A parte inferior está cortada porque não interessa o que ele faz, mas como o faz, com total concentração, dedicação, devoção mesmo. A linha inferior da janela atrás divide a sua cabeça em duas partes, a inferior representando a emoção e a superior representando o intelecto, de uma luz intensa que domina a foto.
Perdoem se a mensagem não é suficientemente clara.

 

Francisco Gordo wrote at Sep 9, 2018, 8:11:59 PM

Gosto do retrato mas não tanto do enquadramento. Eu cortaria menos o retratado. Mas é apenas o meu parecer.

Jaime Lebre replied:

Muito obrigado, Francisco, pela visita e comentário, que entendo e aceito. Esta fotografia tem por propósito retratar não os traços físicos mas os psicológicos deste meu amigo, pessoa de elevada intelectualidade. A parte inferior está cortada porque não interessa o que ele faz, mas como o faz, com total concentração, dedicação, devoção mesmo. A linha inferior da janela atrás divide a sua cabeça em duas partes, a inferior representando a emoção e a superior representando o intelecto, de uma luz intensa que domina a foto.
Perdoem se a mensagem não é suficientemente clara.

 

Sun * wrote at Sep 10, 2018, 6:20:29 PM

BOM REGISTO

Jaime Lebre replied:

Muito obrigado Sun, pela visita e comentário. Bem haja.

 

José Flacho wrote at Sep 10, 2018, 8:35:01 PM

Enigmático este trabalho e sinceramente não consigo entender o mesmo. Pbs

Muito obrigado pela explicação! Confesso que não chegava lá. Muito obrigado.

Jaime Lebre replied:

Boa noite José Flacho, obrigado pela visita e comentário. As fotografias são um pouco como as anedotas, quando explicadas não têm graça, mas uma vez que lhe agucei a curiosidade discorrerei sobre dois aspetos principais:
1º -- Gosto por vezes de deixar algo por contar, à imaginação do observador. Daí não se ver o que o retratado faz, mas apenas o modo como o faz, com total concentração.
2º -- A linha inferior da janela separa a cabeça em duas partes, a inferior associada à emoção, a superior ao intelecto, profundamente iluminada, sugerindo que o retratado é uma pessoa profundamente intelectual. Esta ideia foi inspirada pela pintura de Gauguin, onde se notam muitas vezes as cabeças cruzadas por linhas, separando simbolicamente o consciente do inconsciente.

Em conclusão, o retrato pretende retratar não os traços físicos de KC mas sim os seus traços psíquicos, pessoa de muito elevada intelectualidade.

Reconheço que é um pouco hermético, mas foi assim que concebi esta fotografia.

Obrigado pelo interesse em entender demonstrado. Bem haja.

 

Victormar Mar wrote at Sep 15, 2018, 6:29:02 PM

Li a sua explicação e, confesso, que muito fotógrafo aqui nem deve perceber a quem se refere já que , por vezes, o seu repertório é só técnica, sem nada de substantivo para além disso-(grande defeito , para mim, na generalidade dos sites de fotografia) Quando olhei, percebi que a ausência do foco de concentração, tornava-a enigmática e considerei que , esteticamente , a luz tornava-a fantástica.O desfoque do fundo, só não elimina o "ruído", como se conjuga harmoniosamente com o sujeito central. Obviamente, GOSTO muito!

Jaime Lebre replied:

Muito obrigado, Victormar, pela sua visita e comentário, de que gosto muito. Perdoe não ter respondido mais cedo mas não recebi qualquer mensagem informando-me do mesmo pelo que só hoje dei, por casualidade, conta dele.

Tem toda a razão quando diz que a minha fotografia é predominantemente técnica e vazia de sentido, e concordo também quando refere que a grande maioria da fotografia que nos é dada apreciar nestes sites enferma do mesmo mal. Penso que isso se deverá ao facto de os concurso (de beleza) de fotografia levarem o fotógrafo a procurar a tonalidade certa, a composição correcta, e a esquecer o essencial da fotografia: narrar uma história.

Humilde e modestamente vou tentando aqui e ali fazer algo diferente. Poderá ver "Da vida e da morte", "Por que caminhos me levas, caminho meu", "A fé de um povo", "Lost in translation", "A insuportável leveza do ser". Na fotografia muito despretensiosa "A cruz e a árvore" o enquadramento vertical (onde seria de esperar um horizontal) alude à verticalidade, ao desejo subliminar de ascenção ao céus, que encontramos na civilização ocidental. O oriente é muito mais horizontal, observe por exemplo a arquitectura dos templos ou as estátuas de Buda. Pedia-lhe particularmente que comentasse a minha fotografia "The hazy path ahead" http://www.podiumfoto.com/photo/129155/the_hazy_path_ahead reprovada por este site.

Tenho em outros sites uma fotografia também algo diferente. Se tiver oportunidade de visitar https://olhares.sapo.pt/jaime_lebre encontrará talvez abordagens diferentes. Se fizesse o favor de comentar (com toda a severidade) na generalidade, ficar-lhe-ia muito grato.

Agradeço novamente o seu comentário muito pertinente. Bem haja, que no linguajar da Covilhã significa "muito obrigado".

 

Victormar Mar wrote at Sep 17, 2018, 4:16:16 PM

Boa tarde. Jaime Lebre.A sua resposta ao meu comentário, mostrou algum equívoco por culpa da minha escrita não ser clara. Referia-me a outros fotógrafos cujo trabalho é predominantemente técnico.Defendia o seu ponto de vista e a qualidade do trabalho, ao invés de outros que, se não estiver conforme o cânone, está cheio de defeitos. Agora aclarado o assunto, continue a fazer boas foto.

Jaime Lebre replied:

Entendi: "o seu repertório" (de si/eles). Curiosamente pensei que falava sobre as minhas fotos, pois penso que muitas delas sofrem da grave falha de não conter nenhuma mensagem. Fico muito sensibilizado pelo seu comentário mas na verdade um pouco confuso. Muito obrigado, e tenciono perseguir a via de "uma fotografia narra uma história" embora a maioria seja nesse aspecto muito falha.
Bem haja e votos de uma boa semana.
P.S. - não estou a receber qualquer mensagem informando-me dos seus comentários.

 

 

 

  • PodiumFoto in Social Networks
PodiumFoto in Social Networks
If you do not want to share your pictures on social networks can inactivate this feature in your preferences.

In your menu "Settings", top right of the screen, click "Preferences-privacy" and select the checkbox "Do not share partner sites and social networks".
Remember that we only publish thumbnails that link to your page or photo whose purpose is the dissemination of our authors.